Em OUTUBRO ---

Em uma entrevista descontraida, o roteirista revela sua visão quanto ao fato de Watchmen ir às telas
TRADUZIDO PELO BLOG BIBITCANUS


Watchmen, considerado pela Revista Time como um dos cem romances mais importantes do século passado, é inerentemente infilmável, segundo seu autor

Em face da ação judicial ainda não resolvida da 20th Century Fox contra a Warner Bros sobre o filme Watchmen dirigido por Zack Snyder. A articulista do blog Los Angeles Times' comic and sci-fi centric "Hero Complex", o jornalista Geoff Boucher, entrevistou Alan Moore semana passada, no dia 18 de setembro.

Sobre a adaptação de Watchmen para o cinema: "Eu cuspirei mais veneno sobre isso tudo"

Uma nota seja feita, Alan Moore não suavizou sua visão sobre Hollywood nem sobre os planos dessa levar a sua clássica graphic novel "Watchmen" para as telas em Março do próximo ano.

"Acho que os filmes em sua forma atual estão bastante irritantes," Moore me contou durante um telefonema de uma hora direto de sua casa na Inglaterra.

"Eles nos oferecem uma linguagem muito digerida, algo que tem o efeito de enfraquecer a nossa imaginação cultural coletiva. É como se fossemos passarinhos recém-nascidos olhando para cima com as nossas bocas abertas esperando para Hollywood nos alimentar com mais vermes regurgitados. O filme 'Watchmen soa como mais vermes regurgitados. Eu mesmo já estou cheio desses vermes. Não podemos ter algo a mais? Talvez alguma quentinha pra comer depois? Mesmo os vermes chineses seriam uma ótima opção a isso."


Moore é frequentemente descrito como um recluso mas, de fato, eu acho que é mais preciso dizer que ele é ocupado demais com a sua escrivaninha. "Sim, talvez eu devesse sair mais," disse ele com uma risadinha. Durante a nossa conversa notei que o iconoclasta de 54 anos é tudo o que seus leitores de longa data poderiam esperar -- articulado, engenhoso, obstinado e seletivamente enigmático. Longe de ser um tipo aborrecido, ele apenas vai um pouco além de sua voz quando fala sobre o efeito de Hollywood sobre o medium das histórias em quadrinhos que ele fortaleceu tão memoravelmente nos anos 80 com "Saga of the Swamp Thing," "V for Vendetta," "Marvelman" e, claro, "Watchmen," sua obra-prima de 1986 .

A versão de Watchmen da Warner Bros. deve chegar em Março de 2009 aos cinemas embora o projeto tenha encontrado alguma turbulência com uma ação judicial promovida pela 20th Century Fox sobre os seus direitos de propriedade. Moore não tem intenção alguma em ver esse filme, de fato, ele sugere que colocou alguma forma de maldição sobre todo esse acontecido.

"O filme vai mesmo ser lançado? Há esses problemas legais agora, algo que eu acho incrivelmente irônico. Talvez tenha sido amaldiçoado à distancia, da Inglaterra. E eu posso lhe assegurar que estarei cuspindo veneno sobre isso nos meses seguintes."


Moore disse tudo isso mais com um jeito travesso do que com maldade, mas ainda assim sei que isso irá afligir o diretor de "Watchmen", Zack Snyder, quando ele ler isso.

O diretor de "300" adora completamente o trabalho de Moore e trabalhou intensamente para levar "Watchmen" para as telas com uma sofisticação fidedigna. Mas não acho que possa haver qualquer maneira de convencer Moore nisso, ele simplesmente detesta Hollywood. Moore disse que nunca assistiu a qualquer um das adaptações cinematográficas de suas criações (o que inclui "V for Vendetta," "From Hell," "Constantine" e "The League of Extraordinary Gentlemen") e ele acredita que "Watchmen" é "inerentemente infilmável." Ele também se lastima com o efeito do chamado de sereia de Hollywood sobre a cena de quadrinhos contemporâneos.

"Há três ou quatro companhias agora que existem para o único propósito de criar não apenas quadrinhos, mas também storyboards para filmes.Pode ser verdade que a única razão para que a indústria de histórias em quadrinhos atual seja para esse propósito , criar personagens para filmes, jogos de tabuleiro e outros tipos de merchandise. Os quadrinhos são apenas um tipo de franchise que pode ser rentável para a indústria cinematográfica."

LEIA A CONTINUAÇÃO DA ENTREVISTA AQUI

Traduzido e adaptado de Los Angeles Times' comic and sci-fi centric "Hero Complex"

Adicionar aos Favoritos BlogBlogsAdd to Technorati FavoritesJoin My Community at MyBloglog!

6 comentários:

ArmPauloFerreira disse...

Puxa, que o Moore é mesmo descrente.
pelas imagens que já vi dos trailers o filme "Watchmen" até promete ser bom...

Jonatas Fróes disse...

Não afirmo que seja impossivel gravar Watchman, mas que é dificilimo, ah sim, isso é. Porque o HQ é extremamente complexo.

O trailer do filme ao menos está bastante fiel, mas temos que ver o filme completo. Com 3 horas de duração, acho que dá pra adaptar legal o quadrinho.

[]'s

Musikaholic

Lucas disse...

Penso que a visão artística do A.M. é diferente da do filme Watchmen. Isso acontece com a maioria dos artistas, o problema é: o que fazer?



http://www.ilude.blogspot.com/

Gran Magic Carmesin disse...

Wau... "Vai cuspir mais veneno"

Essa história ainda vai dar muito "pano para a manga".

Sei que independente de batalhas na justiça, estou curiosa para assistir.


Bjoks e sucesso para ti!

=*

diego disse...

O Moore ta certo véio, Hollywood sempre acaba com as obras primas dos quadrinho pelo simples fato de não conseguir se libertar de uns cliches e cacuetes nojentos. Se eu tivesse escrito a maior obra-prima em termos de HQ tembem estaria com a pulga atrás da orelha.
O que mais impressiona em Wathman é o lado humano dos personagens aliado ao mundo marvelístico dos super heróis e o que acontecia quando você lia pela 1ª vez é que realmente parecia que aquele universo era verdadeiro(algo inéditoaté então). Não sei se o cinema vai me me passar isso,e se não passar, vai ser como nas outras adaptações,uma bosta

Pyke disse...

Não da pra esperar que o filme tenha a mesma profundidade da graphiic novel, pra isso ser possivel só se fizessem uma mini-serie da HBO, com uns 12 episódios, como eu ouvi por ai. E mesmo assim algumas sutilezas de watchmen só funcionam nos quadrinhos como o uso de paginas espelhadas e fractais propositalmente.

No entanto dá pra esperar um filme que capture a essência da obra, como foi feito na adaptação de 300, e é isso o que eu espero desse filme.

Postar um comentário

Caro visitante,
Desde já agradeço pela sua disposição para comentar !! Fique a vontade para opinar e deixar suas sugestões.

<< CONHEÇA NOSSAS POSTAGENS ANTERIORES >>